Você acha que há alguma diferença em termos de moralidade entre uma mentira direta e uma verdade enganosa?

Ambas são versões diferentes da mesma técnica. Manipulação.

Quando você mente para alguém, deseja convencê-lo de que sua versão está correta e que eles devem acreditar na sua versão dos eventos.

Quando você profere uma verdade enganosa, fornece a verdade suficiente para acalmar sua consciência, mas também deixa de fora informações cruciais. Apenas o suficiente para convencer alguém a pensar no que você quer que ele pense, sem dar a ela acesso ao que realmente aconteceu.

Talvez esse seja um pensamento cínico, mas as meias-verdades se prestam melhor à iluminação. Você sempre pode dizer à outra pessoa: “Eu não menti. Eu te disse X e Y, mas você

assumido

Z. Eu te disse a verdade. Vocês

incompreendido

mim."

Entre os dois, não há muita diferença, na verdade. Apenas uma variação de sofisticação.