Qual é a diferença entre um átomo e um elemento

O átomo é a menor partícula de um elemento. Os átomos são o alicerce básico dos elementos. O átomo mostra as propriedades dos respectivos elementos. Cada elemento tem seus próprios átomos. Geralmente um elemento contém mais de milhares de átomos. A parte central do átomo é o núcleo. Elétrons, prótons nêutrons são partículas dentro do átomo. O átomo de um elemento é totalmente diferente do átomo de outro elemento.

Resposta mais curta: Um elemento é o tipo de um átomo, definido pelo número de prótons em seu núcleo.

———

Um átomo é um sistema composto de um ou mais prótons, um ou mais elétrons e zero ou mais nêutrons, onde os prótons (e nêutrons, se houver) se agrupam (formando o minúsculo 'núcleo') e são cercados pelos elétrons que são 'posicionados' em uma ou mais nuvens de probabilidade ao seu redor (orbitais com nomes confusos, organizados em um número de 'conchas' discretas).

Os átomos podem ocorrer em qualquer um dos cerca de 118 tipos básicos (até onde se sabe atualmente), definidos pelo número de prótons no núcleo (1-118) - o chamado 'Número Atômico'. Cada tipo é conhecido como um 'elemento' e recebeu um nome exclusivo (geralmente relacionado ao contexto de sua descoberta). Somente os números 1 a 92 (hidrogênio - urânio) são encontrados na natureza; os outros foram sintetizados pela humanidade. É preciso uma quantidade feroz de energia e pressão para formar um elemento em primeiro lugar (fusão nuclear), e diferentes elementos exigem um evento astronômico titânico diferente para formar, variando do big bang, a diferentes estágios dos ciclos de vida de diferentes tipos de estrelas, até a morte de certos tipos de estrelas (supernovas).

Alguns elementos podem existir em vários subtipos, definidos pelo número de nêutrons em seu núcleo. Cada um desses subtipos é chamado de isótopo.

Embora o número, tamanho e capacidade (número de elétrons) das nuvens de elétrons (orbitais) sejam definidos pelo tipo de elemento (ou seja, número de prótons), o orbital mais externo pode ganhar ou perder elétrons sobre seu estado natural (que é onde é um elétron para cada próton, dando ao átomo uma carga elétrica neutra em geral).

Se isso acontecer com um átomo isolado, - o átomo é chamado de 'íon' e possui uma carga elétrica.

Isso também acontece quando certas combinações de átomos se reúnem compartilhando os elétrons de seus orbitais mais externos para formar um orbital composto em torno de ambos os átomos, que reequilibra a carga elétrica coletiva para zero, ou por um processo de doação e recebimento de elétrons entre dois átomos de modo que cada átomo é deixado individualmente com uma carga elétrica zero, mas os dois átomos ainda estão associados, porque os elétrons doados ainda são atraídos pelos prótons do átomo doador. Esses átomos compostos são chamados de moléculas.

Uma quantidade de átomos elementares ainda é chamada de elemento, mas uma quantidade de moléculas é chamada de composto.

A Tabela Periódica é a pedra angular da química e é realmente apenas uma tabulação de todos os elementos conhecidos, organizados em linhas e subtabelas que representam a estrutura dos 'orbitais' do elétron. Veja "www.ptable.com" para obter uma versão fantástica apresentada e abrangente desta fascinante tabela no coração da química.