Qual é a diferença entre católico e protestante?!?

O cristianismo foi dividido em mais de 38.000 denominações, seitas e cultos diferentes que colocam cristãos contra cristãos e cristãos contra todos os outros!

Obra de Deus? Dificilmente!

Deve ser o Diabo e o Anticristo trabalhando juntos para dividir, conquistar e destruir o cristianismo por dentro!

Um católico é uma religião cristã que não é protestante. Um protestante é um não católico que afirma ser cristão.

Existem várias diferenças doutrinárias entre o Catolicismo e o Protestantismo, assim como existem muitas diferenças doutrinárias dentro do Protestantismo. Aqui estão algumas: - Sola Scriptura - Os protestantes acreditam que a Bíblia é a única autoridade que temos em todas as questões de doutrina. Os católicos acreditam que a Igreja e a Bíblia são as autoridades e que os ensinamentos da Igreja estão sempre em sincronia com os da Bíblia. Os protestantes comumente argumentam que a Igreja Católica é antibíblica, mas a Igreja Católica argumenta que os protestantes interpretam mal a Bíblia (eles interpretam as coisas erradas literalmente, tomam passagens inteiras fora do contexto em favor de um único versículo, etc). Portanto, enquanto os protestantes geralmente valorizam apenas a própria Bíblia, a Igreja Católica TAMBÉM valoriza a sabedoria coletiva dos pais da Igreja e outros membros veneráveis ​​da Igreja ao longo dos tempos, e também os ensinamentos orais e tradições do próprio Cristo. É por isso que a Igreja Católica educa seus seguidores por meio do antigo método de ensino oral e tradição, uma vez que era impossível fazer de outra forma por mais de 1.500 anos. Bíblias não eram algo que você pudesse comprar em uma livraria de segunda mão próxima ao açougueiro local. Eles custam MUITO para produzir. - Sola Fide - Os protestantes acreditam que a salvação é através da fé somente em Cristo. É por isso que a palavra 'salvo' é muito usada nas denominações do protestantismo. Os católicos acreditam que somos 'salvos' quando somos batizados, mas nossos pecados (especialmente os maus) criam uma barreira entre nós e Deus, e assim nossas 'obras' - coisas que nos reconciliam com Deus e nos aproximam dele -- são necessários. Mas isso é um acréscimo à nossa fé em Cristo. Assim, os católicos acreditam em Faith + Works, mas os protestantes acreditam em uma fé justa. - Presença real - Os protestantes acreditam que a Eucaristia é apenas um símbolo do sacrifício de Cristo. Na Igreja Católica, acreditamos que a essência da Eucaristia é a do próprio Cristo, por isso ele está verdadeiramente presente na Igreja quando o pão e o vinho são consagrados. É por isso que fazemos uma genuflexão quando entramos na igreja - porque estamos na presença do próprio Cristo. - Cânon diferente - A Bíblia Católica contém 73 livros. Martinho Lutero remove 7 desses livros, deixando 66 livros no cânon protestante. Algumas Bíblias protestantes podem incluir esses livros na seção 'Apócrifos', mas eles não são levados a sério como livros inspirados. - Sucessão Apostólica - A Igreja Católica acredita que ela mesma, entre outras igrejas (Ortodoxa, Copta), é liderada por clérigos que são descendentes dos Apóstolos, e que a sucessão dos Papas Católicos vem diretamente de São Pedro, o primeiro Papa , conforme autorizado pelo próprio Cristo. As igrejas protestantes não aceitam a autoridade do papa e muitas não aceitam a sucessão apostólica de forma alguma. - Maria e os santos, e a oração - Os protestantes dão pouco ou nenhum reconhecimento aos santos. Da mesma forma Maria, embora seja reconhecida como a mãe de Jesus. Os católicos veneram Maria e os santos porque são exemplos de pessoas com quem devemos aspirar. Para colocar em termos familiares, podemos igualar Deus como nosso pai, e os santos como irmãos mais velhos - aqueles que admiramos, mas não estão na mesma posição do próprio Deus. Maria é a maior das santas. Ela seria o equivalente a nossa mãe e o mais influente dos membros da família abaixo do pai (Deus). Ela e os santos intercedem por nós, rogai por nós, pois eles, como seres humanos, podem ter empatia com o nosso sofrimento. Oramos aos santos e a Maria para pedir sua intercessão. Este é um conceito errado que os protestantes fazem. Porque eles oram apenas a Deus (porque eles não reconhecem Maria ou os santos), eles equiparam a oração com a adoração. A oração no contexto de Deus equivale à adoração, mas no contexto de Maria ou dos santos, é apenas um pedido humilde, a respeito, aos nossos 'irmãos mais velhos'. Historicamente, a palavra 'rezar' se refere a um pedido humilde, mas esse significado raramente é usado fora do ambiente da Igreja Católica, então os protestantes muitas vezes não entendem bem. Existem muitas outras diferenças, mas espero que isso ajude. Em resposta às suas outras perguntas - A confirmação não é necessária, mas o Baptismo é (assim como o seu cônjuge) para ser reconhecido pela Igreja Católica. A Igreja também espera que você crie seus filhos na fé católica. Apesar de tudo, a Confirmação é um sacramento que vale a pena para qualquer católico. Os requisitos entre as igrejas protestantes variam muito. Peace @BB - Aguardo seus 30 polegares para baixo também.

Não há tanta diferença quanto qualquer um deles gostaria que você pensasse. Basicamente, os católicos se prostram perante o papa e os protestantes acham que o papa tem muito poder que historicamente foi abusado. Você pode se casar com quem quiser, mas a Igreja Católica Romana pode não reconhecer. Se você quiser permanecer católico (não sei porque, isso só torna o divórcio mais complicado), você tem que se casar naquela igreja E seu cônjuge, mesmo que não seja católico, tem que prometer criar seus filhos na mesma religião. Bela raquete, hein? Diferentes igrejas protestantes têm regras diferentes. Você teria que verificar a igreja individualmente. Episcopal pode ser mais tolerante, Batista provavelmente mais exigente. Conclusão: Faça aos outros, ame-se. O resto é apenas política.

Ambas são denominações cristãs, mas existem diferenças doutrinárias. Os católicos consideram os cristãos fora da igreja como estando em erro e não vivendo na plenitude da fé. Nem todos eles devem ser considerados protestantes, e muitos não se consideram um. O casamento pode ser um daqueles pontos em que a igreja católica pode não estar de acordo, mas provavelmente não será um problema com a igreja protestante. Os requisitos geralmente incluem uma conversa com o pastor / padre. Algumas igrejas têm aulas que você pode ter que assistir.

A Igreja Católica é a única igreja hoje que pode reivindicar ser a única igreja fundada por Jesus Cristo 2.000 anos atrás. Outras denominações podem traçar suas origens até vários fundadores humanos em uma data posterior na história.

Em Mateus 16:18, Jesus disse a Pedro: “E eu te digo, tu és Pedro, e sobre esta pedra edificarei a minha igreja, e os poderes da morte não prevalecerão contra ela”. Jesus passou a autoridade para guiar a Igreja em Seu nome a Pedro e aos apóstolos, a ser transmitida através dos séculos.

A Igreja é o corpo de Cristo (Efésios 5:23). Cristo estabeleceu apenas uma Igreja - um corpo - para que não houvesse vários “corpos” com doutrinas conflitantes. Afinal, Deus não pode se contradizer. Cristo também queria que Sua Igreja fosse visível, para que todos vissem que a Igreja é realmente uma, assim como Cristo e o Pai são um (João 17:22).

Esta única igreja visível, com autoridade divina e doutrina consistente que Cristo estabeleceu 2.000 anos atrás, é a Igreja Católica, a coluna e fundamento da verdade (1 Timóteo 3:15). Como Paulo pergunta em 1 Coríntios: "Cristo está dividido?" (1 Coríntios 1:13). Não. Não era isso que o Cristo pretendia. Então, Ele estabeleceu uma Igreja.

Você está certo, nós dois acreditamos em Jesus e isso é algo em que você deve se concentrar com seus amigos.

As diferenças giram em torno da autoridade. A Igreja Católica tem 2.000 anos, instituída por Cristo. Jesus disse aos seus apóstolos "quem vos ouve, me ouve". A Reforma Protestante aconteceu há pouco mais de 500 anos e, desde aquela época, muitos milhares de seitas cristãs não católicas surgiram. Muitos para listar. O que eles rejeitam é a autoridade da Igreja Católica. Por rejeitarem a autoridade, eles confiam totalmente na interpretação pessoal das Escrituras como seu guia. Isso pode variar, é claro, daí os milhares de denominações.

Você deve ser confirmado na fé católica para se casar nela. Seja um católico praticante, case-se com uma pessoa que também o seja e crie seus filhos para conhecer e amar a Deus e sua Igreja.

1. Qual é a diferença? Essa é uma grande questão, mas importante. A resposta básica é que o catolicismo romano ensina que a graça e a jornada em direção ao céu (embora não haja garantia de chegar lá) começam por meio dos sacramentos administrados por um sacerdote. O protestantismo bíblico acredita que a salvação é um presente de Deus recebido pela graça de Deus (favor imerecido) através da fé somente. Existem muito mais diferenças entre os dois, e os detalhes variam dependendo da denominação, mas acho que essa é a diferença básica. 2. Se você não foi confirmado, eu acho que você ainda poderá se casar. 3. Para ser casado em uma igreja protestante, pode depender até certo ponto da denominação. Alguns podem exigir que você seja membro daquela igreja em particular, e outros podem exigir apenas que você acredite em certas doutrinas básicas da fé cristã. Alguns são mais liberais do que outros e não examinam muito de perto o que o casal acredita, enquanto outros examinam mais de perto o que você e seu parceiro acreditam e podem exigir que um ou ambos façam um curso básico de catecismo através da igreja ou ministro e façam uma profissão De fé.

A definição de cristão é qualquer pessoa que acredita e pertence a Cristo. Entre em uma igreja católica e você verá menções de Cristo ou imagens (sejam estátuas ou vitrais) de Jesus.

O Cristianismo vem em três tipos principais;

- Catolicismo, que representa pouco mais da metade de todos os cristãos em todo o mundo

- A Igreja Ortodoxa Oriental, que representa cerca de 25%

- Protestantismo, que é o termo usado para os muitos milhares de crenças em todo o mundo que estão divididas, mas todas compartilham sua crença nas doutrinas dos Reformadores Protestantes

As diferenças entre um católico e um protestante são muitas. Se você deseja saber a diferença entre um católico e um "protestante", deve se preparar para fazer muitas leituras pesadas de fontes autorizadas e imparciais.

A grande diferença entre o catolicismo e o protestantismo são os cinco pilares, que pintam um quadro diferente de salvação, definições de pecado, livre arbítrio ou predestinação. Essas diferenças são muitas e variam de igreja para igreja.

O catolicismo teria a pretensão de ser a representação mais antiga e fiel do cristianismo com base na comparação entre a Igreja de hoje e a Bíblia. Também comparação entre a Igreja de hoje e os ensinamentos dos cristãos de outrora (uma democracia dos mortos, se preferir), como os escritos dos Padres da Igreja.

Os católicos acreditam em sete sacramentos.

Os protestantes acreditam em dois.

Os católicos acreditam que a Eucaristia é transformada em essência no Corpo e Sangue de Jesus Cristo (ver João 6 e A Última Ceia)

Os protestantes acreditam que isso foi apenas um símbolo.

Os católicos acreditam que a Sagrada Tradição e a Sagrada Escritura têm o mesmo valor em compartilhar a Palavra de Deus. (A Bíblia diz isso e há muitos ensinamentos cristãos que não estão na Bíblia, como A Trindade)

Os protestantes acreditam que somente o que está "claramente" exposto na Bíblia é para ser acreditado.

Os católicos acreditam que somos justificados pela "fé junto com as obras". Devemos ter fé, mas também seremos julgados de acordo com nossas obras.

Os protestantes acreditam na doutrina feita pelo homem "Sola fide" ou "Faith Alone", que diz que só precisamos acreditar e seremos salvos.

Católico pode dizer algo como "Jesus disse ..." para apoiar um ponto de vista.

Muitas das chamadas "Igrejas da Bíblia" dirão "A Bíblia diz ..." em vez de se concentrar em por que isso era significativo.

Outros pontos de discórdia incluem;

- celibato clerical

- Autoridade e hierarquia da Igreja.

- cânone bíblico

- o sacerdócio (sacerdócio comum automático ou consagrado, bem como sacerdócio comum)

Novamente, se você quiser uma boa resposta, vá a uma fonte confiável. Evite a desinformação fornecida por alguns dos outros pôsteres que você pode encontrar aqui, que gostam de insultar a Igreja Católica. Eles não sabem do que estão falando.

Observe que o que digo a seguir se aplica a algumas, mas não a todas as variedades de protestantismo. Cada seita protestante tem suas próprias divergências individuais com o catolicismo. O protestantismo surgiu como um protesto contra as práticas corruptas da Igreja Católica medieval. O catolicismo medieval vendia indulgências, que eram basicamente cartões de "Menos tempo no inferno para uma doação". Antigamente, as indulgências tinham de ser ganhas indo em peregrinação ou ajudando os pobres, mas quando chegava ao ponto em que se podia simplesmente comprá-las por dinheiro, isso se tornava mais grosseiro do que alguns devotos podiam tolerar, e com razão . Além disso, alguns dos clérigos católicos tornaram-se muito ricos (por exemplo, o cardeal Wolsey da Inglaterra) ou eram, digamos, mundanos, como o papa Alessandro VI (Roderigo Borgia), que tinha amantes e filhos ilegítimos. Outras coisas contra as quais os protestantes se opuseram foi a ideia da transubstanciação, que é a crença católica de que o vinho e as hóstias da Comunhão se tornam metafisicamente o corpo e o sangue literais de Cristo. Os protestantes os consideram simplesmente como vinho e pão. Os protestantes também rejeitam o uso do latim para a Bíblia e rituais religiosos, práticas que o catolicismo também abandonou, mas só na década de 1960. Os protestantes não consideram o Papa infalível quando fala ou escreve ex cathedra; eles o consideram simplesmente como um homem humano em todos os momentos, com nem mais nem menos conexão com Deus do que qualquer outro ser humano. Alguns protestantes rejeitam a idéia da intercessão santa e não acreditam que a confissão seja necessária para o perdão dos pecados. Alguns protestantes lhe dirão que o catolicismo ensina uma "falsa doutrina das obras". Eles acreditam que a única maneira de obter graça é por meio da fé em Deus; eles não acham que seja necessário fazer mais nada para alcançá-lo. Okay, certo. Tente dizer isso aos meus pais. :) Acho que algumas seitas protestantes não acreditam no conceito de Trindade. Isso é tudo que eu consigo lembrar. Você pode tentar pedir ao seu padre uma lista das diferenças, ou tenho certeza de que há livros que discutem isso. Quanto à resposta de Ken - O batismo nas águas e a comunhão não são obras; eles são rituais. Os rituais não podem levar uma pessoa à salvação; ele está correto nisso. Salvação, alquimia espiritual, como você quiser chamá-la, requer amor e atos que são consistentes e vêm naturalmente para uma pessoa que ama.

Sou católico romano porque fui batizado e tive comunhão e frequento um grupo de jovens com meus amigos que é protestante, mas não temos missa lá ou qualquer coisa, apenas jogamos, só acontece em uma igreja protestante, então qual é a diferença entre eles, visto que ambos acreditam em Jesus ?! Ah e se eu não tiver confirmação na igreja católica posso me casar ?! E quais são os requisitos para se casar em uma igreja protestante ?!

obrigado