Diferença entre católicos e protestantes?

O catolicismo é o verdadeiro cristianismo. Jesus estabeleceu a Igreja Católica em 33 DC, não 38.000 denominações, ou não denominações como no Cristianismo Protestante. Quanto aos cristãos católicos, acreditamos no seguinte:

Cremos em um só Deus, o Pai, o Todo-poderoso, criador do céu e da terra, de tudo o que é visível e invisível. Cremos em um só Senhor, Jesus Cristo, o único Filho de Deus, eternamente gerado do Pai, Deus de Deus, Luz da Luz, Deus verdadeiro de Deus verdadeiro, gerado, não feito, um em ser com o Pai. Por meio dele todas as coisas foram feitas. Para nós, homens e para a nossa salvação, Ele desceu do céu: pelo poder do Espírito Santo, nasceu da Virgem Maria e se fez homem. Por nossa causa, Ele foi crucificado sob Pôncio Pilatos; Ele sofreu, morreu e foi enterrado. No terceiro dia, Ele ressuscitou em cumprimento das escrituras: Ele subiu ao céu e está sentado à direita do Pai. Ele virá novamente em glória para julgar os vivos e os mortos, e seu reino não terá fim. Cremos no Espírito Santo, o Senhor, o doador da vida, que procede do Pai e do Filho. Com o Pai e o Filho, Ele é adorado e glorificado. Ele falou por meio dos Profetas. Cremos em uma Igreja, santa, católica e apostólica. Nós reconhecemos um único batismo para o perdão dos pecados. Esperamos a ressurreição dos mortos e a vida do mundo vindouro. Amém.

Mesmo que católicos e protestantes acreditem e adorem o mesmo Deus, as igrejas protestantes têm uma versão mais diluída de Cristo. As igrejas protestantes reconhecem apenas 2 dos 7 sacramentos que Jesus deu à Sua igreja.

Com as 38.000 denominações de Cristãos Protestantes, suas crenças são todas diferentes, sendo que todas têm uma interpretação diferente da Bíblia.

A Igreja Católica compilou e canonizou a Bíblia Sagrada no século 4. A Bíblia Sagrada tem 73 livros. Pedir a outros que orem por você não é errado. Você não pede a amigos ou familiares que orem por você? Os cristãos católicos acreditam na vida eterna e que aqueles que estão no céu oram por nós e conosco.

Cristão católico †

De acordo com o dicionário ....

Um cristão é .. aquele que professa fé nos ensinamentos de Jesus Cristo

Um católico é ..

relacionada a, ou sendo uma igreja cristã com uma hierarquia de padres e bispos sob o papa, uma liturgia centrada na missa, veneração da Virgem Maria e dos santos, celibato clerical e um corpo de dogmas incluindo transubstanciação e infalibilidade papal.

Então, para resumir, um cristão segue os ensinamentos de Jesus, enquanto um católico romano segue os ensinamentos de sua igreja que não são os mesmos.

Aqui estão alguns dos ensinamentos da igreja católica que você não encontrará na Bíblia.

A missa

Batismo de bebês

Venerando estátuas / imagens

Purgatório

Interpretando as Escrituras (infalibilidade do Papa)

A eucaristia

Confirmação

O Papa: Vigário de Cristo

Virgindade de maria

Maria como Co-Redentora (Co-Redentora) com Jesus Cristo.

Penitência

Celibato

Indulgência

Perdoando Pecados por um padre

Orando pelos mortos

Os padres são "outro Cristo"

Padres homossexuais na igreja

Para mim, a maior diferença é a Eucaristia. Os católicos têm Jesus. "Esta É a minha carne", enquanto os não católicos comem pão e vinho simbólicos

Não há necessidade dessas etiquetas. Consulte este link antes de fazer qualquer coisa:

Resposta do Pe. Vincent Serpa da CAF:

Querida Dorothea,

Posso responder em um piscar de olhos: a missa. Os protestantes podem ir à igreja no domingo e cantar hinos muito emocionantes e ouvir sermões convincentes e comoventes. Eles podem até ter grande comunhão. Mas isso é tudo.

Em muitos lugares, os católicos podem ter boa música, boa pregação e comunhão também. Mas os católicos também podem ir à igreja no domingo e a música pode estar morta e mal tocada e a pregação pode ser estéril.

No entanto, eles contemplam o verdadeiro Corpo e Sangue de Jesus Cristo oferecidos no altar de uma forma que transcende o tempo. O que aconteceu no Calvário é introduzido em suas vidas de forma concreta por meio da Eucaristia. Então, eles participam dele - não como um símbolo, mas como Ele o deu a Seus apóstolos no cenáculo. Por meio de seus sucessores, Seus bispos e padres, Ele tem dado a seu povo desde então. Nada do que acontece na face da terra pode se igualar a essa expressão milagrosa de Seu amor. ESTA é a principal diferença.

Fr. Vincent Serpa, OP

"O que nos separa como crentes em Cristo é muito menos do que o que nos une." (Papa João XXIII)

Quase toda a doutrina é totalmente aceita entre os cristãos católicos e outros cristãos.

Aqui está a declaração conjunta de justificação por católicos (1999), luteranos (1999) e metodistas (2006):

Só pela graça, pela fé na obra salvadora de Cristo e não por qualquer mérito de nossa parte, somos aceitos por Deus e recebemos o Espírito Santo, que renova nossos corações ao mesmo tempo que nos equipa e nos chama para as boas obras.

A principal diferença parece ser a fonte da autoridade que Deus deu aos humanos neste mundo.

Os protestantes acreditam que

+ A Bíblia é a única autoridade infalível

+ A Igreja é apenas uma reunião amigável de crentes, todos os quais têm sua própria autoridade para interpretar a Bíblia por si mesmos

Os católicos acreditam que Deus:

+ Estabeleceu Sua Igreja com autoridade divina

+ Passou esta autoridade de pessoa para pessoa em uma cadeia ininterrupta dos Apóstolos aos bispos de hoje

+ Deu à Igreja o depósito da fé (nem tudo incluído na Bíblia)

+ Usa o poder do Espírito Santo para preservar e aprofundar a compreensão desta verdade dentro da Igreja

+ Inspirou a Igreja a escrever os documentos que se tornariam o Novo Testamento

+ Inspirou a Igreja a selecionar quais documentos seriam incluídos na Bíblia

+ Inspira a Igreja a interpretar corretamente as Escrituras

Para obter mais informações, consulte o Catecismo da Igreja Católica:

Com amor em Cristo.

A principal diferença se resume à autoridade da Igreja. Os protestantes não o aceitam e, portanto, tudo o que se baseia nessa autoridade ou na sagrada tradição oral preservada pela Igreja é rejeitado por eles. Fui criado como metodista e convertido ao catolicismo há 14 anos. Sinta-se à vontade para me enviar um e-mail se tiver alguma dúvida específica. @Pinx - A Ascensão é sobre Cristo, não Maria. Se você vai atacar o catolicismo, pode querer esclarecer os fatos primeiro. Maria foi "assumida" ao céu, o que significa que Deus a tomou em corpo e alma. Cristo subiu ao céu, sob seu próprio poder divino, porque ele é Deus. Há uma grande diferença e os católicos sabem disso. Eu nem li o resto do seu post de perto, eu pude ver que ele estava cheio de muitos equívocos.

Ninguém pode lhe dizer as verdadeiras diferenças entre os católicos e o grupo comumente chamado de protestantes. O próprio termo protestante é mal usado para os católicos dizerem que significa qualquer grupo ou religião que não seja católico. A palavra secular significa aquele que protesta - e as igrejas evangélicas não protestam contra os católicos - eles simplesmente não concordam com eles, nunca fizeram parte deles e nunca desejaram fazer parte da organização católica. Isso deixa o verdadeiro protestante - o luterano retirou o relacionamento com a Igreja Católica Universal Romana por volta de 1535, o Presbiteriano por volta de 1545 e a Igreja da Inglaterra por volta de 1595. No entanto, há um muito antes desses três verdadeiros protestadores - o A Igreja Católica Ortodoxa Grega desentendeu-se com a Igreja Católica Universal Romana quando os romanos declararam que eram a única igreja digna de um Papa e consideraram um crime qualquer outra tentativa de ter um Papa.

Se você está considerando qualquer mudança, recomendo fortemente que você leia um livreto muito pequeno que está muito bem documentado. Está online na Internet e é realmente uma revelação. Eu incluí o endereço abaixo. Leia-o antes de fazer um movimento tão importante quanto a onde você adora a Deus.

Em sua maioria, católicos e protestantes acreditam que Jesus Cristo foi o Messias e o Salvador que morreu por nossos pecados; eles acreditam na bíblia e que existe um céu e um inferno. Porém ... A diferença entre protestantismo e catolicismo inclui o celibato do clero, ou seja, os padres não podem ser casados ​​A defesa de um clero não casado vem do entendimento de que Jesus não era casado, pois dedicou sua vida exclusivamente a Deus, e procurou ensinar às pessoas a Palavra de Deus livre de obrigações familiares. Portanto, os padres católicos de hoje não se casam para que possam dedicar suas vidas a Deus e ensinar às pessoas a Palavra de Deus. Os padres do rito oriental, entretanto, podem se casar antes de entrar no seminário para se tornarem padres. Além disso, as mulheres não podem servir como sacerdotes ou reverendos na igreja católica, entretanto, no protestantismo, muitas denominações permitem que as mulheres sirvam como clero. Outra diferença é receber a comunhão. Os católicos recebem a comunhão em cada missa. A idéia é que, como seres humanos, eles podem receber o corpo e o sangue de Cristo e a força que isso dá para viver uma vida cristã. Os protestantes podem oferecer a comunhão uma vez por mês ou nos principais feriados cristãos, como a Páscoa e o Natal. Uma terceira diferença é a ideia de confissão. Os católicos acreditam que devem se confessar para expressar verbalmente seus pecados. Além da graça do sacramento e da garantia de que seus pecados são perdoados por Cristo, que age por meio do sacerdote, os católicos também sentem uma sensação natural de paz. Os protestantes confessam seus pecados diretamente a Deus ou Jesus durante a oração ou meditação. Os protestantes acreditam na virgem Maria, embora os católicos acreditem em sua própria concepção imaculada e vida sem pecado, que foi pensada algumas centenas de anos depois que a Bíblia foi escrita, e não tem base real na Bíblia. Os católicos também acreditam que Maria é a mãe da Igreja, e que existem certos rituais (na falta de uma palavra melhor) que uma pessoa deve passar antes do casamento e outras coisas, que outras denominações realmente não têm. Mais comparações aqui:

O catolicismo é único entre as religiões do mundo por vários motivos. Primeiro, ao contrário de outras religiões, o catolicismo está enraizado na história e nas evidências. Jesus de Nazaré nasceu em Belém da Judéia durante o reinado de César Augusto e foi morto por Pôncio Pilatos, governador romano do primeiro século. O testemunho de sua vida, morte e ressurreição é validado tanto pelo testemunho confiável de uma testemunha ocular quanto por evidências extra-bíblicas confiáveis ​​também. Nenhuma outra religião pode reivindicar legitimamente esse tipo de apoio da história e das evidências. Além disso, de todos os líderes religiosos influentes do mundo (Buda, Moisés, Zoroastro, Krishna, Lao Tzu, Muhammad, Baha'u'llah), apenas Jesus afirmou SER DEUS em carne humana (Marcos 14:62). E isso não era uma ostentação vazia. Pois por meio do fato histórico verificável da ressurreição, Cristo vindicou sua reivindicação de divindade (Romanos 1: 4; 1 Coríntios 15: 3-8). Outras religiões, como o budismo e o islamismo, afirmam milagres em apoio à sua fé; entretanto, ao contrário do catolicismo, esses milagres carecem de validação histórica. Depois, há o túmulo vazio. Nenhuma outra religião serve a um Senhor RESSUSCIDO. Embora Jesus tivesse poderosos inimigos políticos em Jerusalém, nenhum deles jamais produziu um corpo. Quando seus discípulos ficaram sabendo de sua ressurreição, eles COMEÇARAM a espalhar essas boas novas voltando para a cidade onde ele havia sido executado pelas autoridades. Se a ressurreição fosse uma farsa, não teria durado uma hora. A própria história falhou em fornecer qualquer outra explicação confiável para o túmulo vazio, além de sua ressurreição. Por fim, o catolicismo é único por ser uma estrutura de crença coerente. Algumas doutrinas cristãs podem transcender a compreensão, no entanto, ao contrário das afirmações de outras religiões, elas nunca são irracionais ou contraditórias. O catolicismo também é único porque explica de maneira convincente a vasta gama de fenômenos que encontramos na vida diária: a mente humana, as leis da ciência e lógica, normas éticas, justiça, amor, sentido da vida, o problema do mal e do sofrimento e a verdade. Em outras palavras, o catolicismo corresponde à realidade de nossa condição atual. - Protestantismo, que é o termo usado para os muitos milhares de crenças em todo o mundo que estão divididas, mas todas compartilham sua crença nas doutrinas dos Reformadores Protestantes. As diferenças entre um Católico e um Protestante são muitas. Se você deseja saber a diferença entre um católico e um "protestante", deve se preparar para fazer muitas leituras pesadas de fontes autorizadas e imparciais. A grande diferença entre o catolicismo e o protestantismo são os cinco pilares, que pintam um quadro diferente de salvação, definições de pecado, livre arbítrio ou predestinação. Essas diferenças são muitas e variam de igreja para igreja. O catolicismo teria a pretensão de ser a representação mais antiga e fiel do cristianismo com base na comparação entre a Igreja de hoje e a Bíblia. Também comparação entre a Igreja de hoje e os ensinamentos dos cristãos de outrora (uma democracia dos mortos, se preferir), como os escritos dos Padres da Igreja. Os católicos acreditam em sete sacramentos. Os protestantes acreditam em dois. Os católicos acreditam que a Eucaristia é transformada em essência no Corpo e Sangue de Jesus Cristo (ver João 6 e A Última Ceia). Os protestantes acreditam que isso foi apenas um símbolo. Os católicos acreditam que a Sagrada Tradição e a Sagrada Escritura têm o mesmo valor em compartilhar a Palavra de Deus. (A Bíblia diz isso e há muitos ensinos cristãos que não estão na Bíblia, como A Trindade). Os protestantes acreditam que somente o que está "claramente" exposto na Bíblia também pode ser acreditado. Os católicos acreditam que somos justificados pela "fé junto com as obras". Devemos ter fé, mas também seremos julgados de acordo com nossas obras. Os protestantes acreditam na doutrina feita pelo homem "Sola fide" ou "Faith Alone", que diz que só precisamos acreditar e seremos salvos. Católico pode dizer algo como "Jesus disse ..." para apoiar um ponto de vista. Muitas das chamadas "Igrejas da Bíblia" dirão "A Bíblia diz ..." em vez de se concentrar em por que isso era significativo. Outros pontos de discórdia incluem; - Celibato clerical - Autoridade e hierarquia da Igreja. - Cânon bíblico - o sacerdócio (sacerdócio comum automático ou consagrado, bem como sacerdócio comum) Não pertenço a nenhuma religião ou denominação, pertenço à igreja que Jesus Cristo fundou em 33AD, A Igreja Católica tem mais de 2.000 anos. Católico †

Quero examinar mais a fundo a fé católica antes de me converter. Quais são as principais diferenças entre católicos e protestantes? Obrigado pela ajuda.